10/11/2020 - HAC reforça informações sobre câncer de próstata em live

   O diagnóstico precoce é extremamente importante para tratamentos menos invasivos e com maiores chances de sucesso em quase todos os tipos de câncer. Neste mês, para reforçar essa informação e incentivar hábitos saudáveis para prevenir o câncer de próstata, é celebrado o Novembro Azul.
   Excelência em oncologia, o Hospital Amaral Carvalho (HAC) apoia a campanha mundial e promove a iniciativa através de suas redes sociais, com uma série de postagens de dicas e vídeos. Nesta quarta-feira (11), às 17h15, o hospital realiza uma live com especialistas para esclarecer dúvidas da população, que será transmitida pelo canal do HAC no Youtube. 
  De acordo com o urologista e diretor clínico da Instituição, Guilherme de Almeida Prado Costa, é válido destacar os fatores de risco e as formas de rastreamento do câncer de próstata. “É um assunto que deve estar sempre em pauta. Os homens precisam estar atentos e cuidar da sua saúde”, enfatiza.

Quando procurar um urologista?
   O câncer de próstata em fase inicial não apresenta sinais, somente em estágio mais avançado é que a doença provoca dores, alterações urinárias ou infecções. Portanto, o médico afirma que o paciente não deve esperar um sintoma para procurar um urologista. “A partir dos 50 anos, todo homem deve consultar um especialista para realização do exame de sangue (PSA) e do toque retal, a melhor forma de rastreamento da doença”.
   A hereditariedade é um fator de risco. Quem teve casos de câncer na família, em parentes de primeiro grau, deve visitar o Urologista mais cedo, aos 45 anos.

Tratamento
   Anualmente, o HAC realiza, em média, 360 mil atendimentos a pessoas com câncer. Em 2019, mais de cinco mil dessas foram pacientes da Urologia, para tratamento de câncer de próstata. Com vasta experiência, o setor desempenha um importante papel no cenário nacional na luta contra a doença, oferecendo aos pacientes atendimento humanizado e altamente especializado.
   O urologista explica que o tratamento pode ser desde vigilância ativa, cirurgia, radioterapia até quimioterapia. “Hoje, com os programas de prevenção, que ajudam a detectar a doença no início, os procedimentos são cada vez mais eficientes”.
   No entanto, Guilherme ressalta que a melhor iniciativa é manter hábitos saudáveis, que ajudam a prevenir o câncer e outras doenças. “Ter uma boa alimentação, não fumar, evitar o consumo excessivo de álcool e praticar exercícios físicos regularmente ajuda a evitar o desenvolvimento do câncer. Lembre-se, a saúde começa pela prevenção”, finaliza.

 

Autor: Ariane Urbanetto