02/06/2021 - Junho Vermelho: iniciativa destaca importância da doação de sangue

A doação de sangue é destaque nesse mês em que é celebrada a campanha Junho Vermelho. A iniciativa tem como objetivo discutir a importância do ato solidário, promover reconhecimento aos doadores e incentivar a população a doar.
Segundo dados da Organização das Nações Unidas (ONU), somente 1,6% da população brasileira doa sangue, índice considerado satisfatório para o País.
O médico hematologista e coordenador do Hemonúcleo Regional de Jaú,  Marcos Augusto Mauad, diz que a campanha é uma maneira inteligente de reforçar o tema em uma época em que é observada redução no número de doações. “Isso ocorre porque, a partir de junho, há queda nas temperaturas e, por consequência, aumento na incidência de casos de gripes e resfriados, que impossibilitam a doação.”
No entanto, a unidade, que coleta e prepara sangue e plaquetas para abastecer 11 hospitais de Jaú e região, entre eles o Amaral Carvalho, continua com alta demanda. “As bolsas são usadas somente quando alguém corre o risco de perder a vida e isso é uma situação imprevisível. Alguém pode sofrer um acidente ou ter algum problema e precisar de sangue com urgência. Para isso, precisamos ter o material pronto e disponível para uso”, explica o médico.
Mauad comenta ainda que a pandemia do novo Coronavírus é também um desafio. “Já tínhamos dificuldade em manter os estoques de sangue e plaquetas nos anos anteriores, mas, agora, por conta da pandemia, a situação se agravou. Por isso, a importância da campanha e de ter esse assunto em pauta.”
Para garantir as doações e prezar pela saúde do doador, o Hemonúcleo adotou medidas de precaução contra a COVID-19, como a disponibilização de álcool em gel para higienização das mãos e distanciamento dos assentos na sala de espera. Além disso, foi implementada uma entrada alternativa para que os doadores não precisem transitar pelo hospital. E, para reduzir o número de pessoas na sala de espera, a unidade adotou o atendimento por agendamento prévio pelos telefones (14) 3602-1355 ou (14) 3602-1356.

Requisitos
Além do agendamento, é preciso se atentar a alguns requisitos para efetuar a doação. É preciso estar em boas condições de saúde, alimentado e descansado, e pesar mais de 50 quilos. “Pedimos que os doadores que compareçam tenham de 16, acompanhado de um responsável, até 60 anos. Acima de 60 anos, pedimos para que permaneçam em isolamento por conta do Coronavírus.”
Outro ponto importante destacado pelo médico é que o doador não pode ter apresentado quadro gripal ou sintomas de resfriado nos últimos 30 dias. “É obrigatório trazer documento de identificação e comparecer com máscara”, conclui.

Autor: Estela Capra